Blog de vários temas desde desporto a tudo o que for importante escrever e partilhas como aprender
Sexta-feira, 06 DE Abril 2012
A Seca esta Bem presente desde Setembro de 2011 se não estiver em erro. 
Mas 2012 manifesta-se um ano seco e frio.
Pouca chuva.
Hoje choveu pedraso e mais alguma coisa.
O fogos em plena Primavera.
Com ondas de calor no mês de Março e sem chuva.
Janeiro e Fevereiro só sol e frio.
Também estiveram alguns dias mais quentes do que o normal para o Inverno.
Os fogos resultam de queimadas e de mão criminosa como de normal.
Em Países onde caiu muita neve e teve temperaturas negativas que já não se registavam há muitos anos.
Países onde houve inundações.
Na Estados Unidos da América parece que os tornados vieram um pouco fora da época habitual.
temperaturas fora de época.
----------

As alterações climáticas estão bem presentes.
A poluição da terra, do mar e do ar.
Nada cresce como antes nas árvores
de fruto e na terra. è preciso utilizar produtos químicos se não nada cresce.
As árvores e os animais apresentam mais doenças relacionadas com as alterações climáticas.
As pessoas comem mais alimentos que levam mais produtos para produção rápida e contra doenças que nos vão fazer mal.
Mas não temos grandes alternativas.
Em Portugal existe um claro abandono da agricultura, pecuária, vacaria ect.
Vem tudo do estrangeiro.
ó alguns grandes tem quintas e animais, mas passam a vida a pedir subidos por tudo e por nada.
Vendem barato e assim mais ninguém pode vender.
O Parques Naturais deviam de ter pessoas para cortar o mato e limpar as florestas.
Se pedissem autorização aos privados que não podem ou não querem cultivar nem limpar as suas terra, a maiorias não se ia opor há limpeza das
Deixar as pessoas contributo nas aldeias e construiremos casas e criar condições para poderem viver nas aldeias.
É que meter as pessoas dentro das cidades sem trabalho e condições de vida também não é nada.
Com trabalho com a Natureza é que se pode preservar a natureza.
Homem possa viver da Natureza e a Natureza e os animais do Homem.
Reciclar e separar o Lixo.
O que tenho visto nas noticias é que roubam cobre ect para vender. Isso é que não se pode fazer.
Mas separar o lixo que temos em casa.
Poupar água e Luz.
A deco têm no site e existem blogues e sítios que tem dicas interessantes de poupar ou até como aproveitar e reciclar e reconstruir objectos que temo em casa.
publicado por contador de historias às 02:07
A Seca esta Bem presente desde Setembro de 2011 se não estiver em erro. Mas 2012 manifesta-se um ano seco e frio. Pouca chuva. Hoje choveu pedraso e mais alguma coisa. O fogos em plena Primavera. Com ondas de calor no mês de Março e sem chuva. Janeiro e Fevereiro só sol e frio. Também estiveram alguns dias mais quentes do que o normal para o Inverno. Os fogos resultam de queimadas e de mão criminosa como de normal. Em Países onde caiu muita neve e teve temperaturas negativas que já não se registavam há muitos anos. Países onde houve inundações. Na Estados Unidos da América parece que os tornados vieram um pouco fora da época habitual. temperaturas fora de época. ---------- As alterações climáticas estão bem presentes. A poluição da terra, do mar e do ar. Nada cresce como antes nas árvores
de fruto e na terra. è preciso utilizar produtos químicos se não nada cresce. As árvores e os animais apresentam mais doenças relacionadas com as alterações climáticas. As pessoas comem mais alimentos que levam mais produtos para produção rápida e contra doenças que nos vão fazer mal. Mas não temos grandes alternativas. Em Portugal existe um claro abandono da agricultura, pecuária, vacaria ect. Vem tudo do estrangeiro. ó alguns grandes tem quintas e animais, mas passam a vida a pedir subidos por tudo e por nada. Vendem barato e assim mais ninguém pode vender. O Parques Naturais deviam de ter pessoas para cortar o mato e limpar as florestas. Se pedissem autorização aos privados que não podem ou não querem cultivar nem limpar as suas terra, a maiorias não se ia opor há limpeza das mesmas, mas claro têm que se pedir autorizada. Deixar as pessoas contributo nas aldeias e construiremos casas e criar condições para poderem viver nas aldeias. É que meter as pessoas dentro das cidades sem trabalho e condições de vida também não é nada. Com trabalho com a Natureza é que se pode preservar a natureza. Homem possa viver da Natureza e a Natureza e os animais do Homem. Reciclar e separar o Lixo. O que tenho visto nas noticias é que roubam cobre ect para vender. Isso é que não se pode fazer. Mas separar o lixo que temos em casa. Poupar água e Luz. A DECO têm no site e existem blogues e sítios que tem dicas interessantes de poupar ou até como aproveitar e reciclar e reconstruir objectos que temo em casa.
publicado por contador de historias às 02:05
A Seca esta Bem presente desde Setembro de 2011 se não estiver em erro. Mas 2012 manifesta-se um ano seco e frio. Pouca chuva. Hoje choveu pedraso e mais alguma coisa. O fogos em plena Primavera. Com ondas de calor no mês de Março e sem chuva. Janeiro e Fevereiro só sol e frio. Também estiveram alguns dias mais quentes do que o normal para o Inverno. Os fogos resultam de queimadas e de mão criminosa como de normal. Em Países onde caiu muita neve e teve temperaturas negativas que já não se registavam há muitos anos. Países onde houve inundações. Na Estados Unidos da América parece que os tornados vieram um pouco fora da época habitual. temperaturas fora de época. ---------- As alterações climáticas estão bem presentes. A poluição da terra, do mar e do ar. Nada cresce como antes nas árvores





de fruto e na terra. è preciso utilizar produtos químicos se não nada cresce. As árvores e os animais apresentam mais doenças relacionadas com as alterações climáticas. As pessoas comem mais alimentos que levam mais produtos para produção rápida e contra doenças que nos vão fazer mal. Mas não temos grandes alternativas. Em Portugal existe um claro abandono da agricultura, pecuária, vacaria ect. Vem tudo do estrangeiro. ó alguns grandes tem quintas e animais, mas passam a vida a pedir subidos por tudo e por nada. Vendem barato e assim mais ninguém pode vender. O Parques Naturais deviam de ter pessoas para cortar o mato e limpar as florestas. Se pedissem autorização aos privados que não podem ou não querem cultivar nem limpar as suas terra, a maiorias não se ia opor há limpeza das mesmas, mas claro têm que se pedir autorizada. Deixar as pessoas contributo nas aldeias e construiremos casas e criar condições para poderem viver nas aldeias. É que meter as pessoas dentro das cidades sem trabalho e condições de vida também não é nada. Com trabalho com a Natureza é que se pode preservar a natureza. Homem possa viver da Natureza e a Natureza e os animais do Homem. Reciclar e separar o Lixo. O que tenho visto nas noticias é que roubam cobre ect para vender. Isso é que não se pode fazer. Mas separar o lixo que temos em casa. Poupar água e Luz. A DECO têm no site e existem blogues e sítios que tem dicas interessantes de poupar ou até como aproveitar e reciclar e reconstruir objectos que temo em casa.
publicado por contador de historias às 01:21
A Seca esta Bem presente desde Setembro de 2011 se não estiver em erro. Mas 2012 manifesta-se um ano seco e frio. Pouca chuva. Hoje choveu pedraso e mais alguma coisa. O fogos em plena Primavera. Com ondas de calor no mês de Março e sem chuva. Janeiro e Fevereiro só sol e frio. Também estiveram alguns dias mais quentes do que o normal para o Inverno. Os fogos resultam de queimadas e de mão criminosa como de normal. Em Países onde caiu muita neve e teve temperaturas negativas que já não se registavam há muitos anos. Países onde houve inundações. Na Estados Unidos da América parece que os tornados vieram um pouco fora da época habitual. temperaturas fora de época. ---------- As alterações climáticas estão bem presentes. A poluição da terra, do mar e do ar. Nada cresce como antes nas árvores





de fruto e na terra. è preciso utilizar produtos químicos se não nada cresce. As árvores e os animais apresentam mais doenças relacionadas com as alterações climáticas. As pessoas comem mais alimentos que levam mais produtos para produção rápida e contra doenças que nos vão fazer mal. Mas não temos grandes alternativas. Em Portugal existe um claro abandono da agricultura, pecuária, vacaria ect. Vem tudo do estrangeiro. ó alguns grandes tem quintas e animais, mas passam a vida a pedir subidos por tudo e por nada. Vendem barato e assim mais ninguém pode vender. O Parques Naturais deviam de ter pessoas para cortar o mato e limpar as florestas. Se pedissem autorização aos privados que não podem ou não querem cultivar nem limpar as suas terra, a maiorias não se ia opor há limpeza das mesmas, mas claro têm que se pedir autorizada. Deixar as pessoas contributo nas aldeias e construiremos casas e criar condições para poderem viver nas aldeias. É que meter as pessoas dentro das cidades sem trabalho e condições de vida também não é nada. Com trabalho com a Natureza é que se pode preservar a natureza. Homem possa viver da Natureza e a Natureza e os animais do Homem. Reciclar e separar o Lixo. O que tenho visto nas noticias é que roubam cobre ect para vender. Isso é que não se pode fazer. Mas separar o lixo que temos em casa. Poupar água e Luz. A DECO têm no site e existem blogues e sítios que tem dicas interessantes de poupar ou até como aproveitar e reciclar e reconstruir objectos que temo em casa.
publicado por contador de historias às 01:21
Terça-feira, 06 DE Dezembro 2011

Eu não sou economista.

Estou a ver a a economia parece que esta a ficar parada.

Os impostos aumentam e os ordenados diminuem. Obriga o consumo a diminuir   e a fome apertar.  

Como se curtume dizer os ricos cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres.

Tinha mos o Escudo já cá veio o FMI 2 vezes. Mas nessa altura tinha mos muitas fabricas e muita produtividade.  

Hoje temos o Euro veio cá o FMI, mas não temos produtividade porque temos poucas grandes e sólidas empresas e exportamos e produzimos pouco. 

Vários Países aderiram à moeda única ao Euro.

Deviam de dar mais tempo aos países para se habituarem ao Euro.

Criaram o Euro e medidas apertadas. Como a redução do défice para 3 %. 

A Europa passou a ser obrigada a cumprir metas só de pois da porem o Euro. 

Logo a culpa é do euro.

Será que com a moeda antiga tínhamos a mesmo problema.

Com as regras e os acordos assinados podíamos muito bem ter o mesmo problema.

Os mercados a mandarem na economia.  

Parece que os mercados querem as economia em baixo, o povo pobre e eles ricos. 

Existem Países muito grandes têm uma moeda e não existe grande problema. 

Não se é se querem acabar com o Euro. Ou se querem unir para criar condições para continuar o Euro.  

Zona Euro têm o Euro temos de viver com o Euro.

Não acho grande ideia de se andar a mudar a moeda, o dinheiro cada vez que lhe dá jeito. 

Uma moeda uma identidade de um País agora o Euro é identidade da Europa.

Um dos grandes problemas é que a Europa deixou de ser o centro do mundo. Europa produzia se tudo. Fazia se tudo desde o sector Primário sector Secundário e sector Terceario. 

Os impostos eram menores. Agora a classe Politica e funcionários Públicos têm regalias que nunca mais  acabam.

Outros tentam enganar o Segurança Social e as Fianças.  

Os empregos são precários.  

O Euro é uma moeda de vários Países.  

Uns País estão melhor do que outros.

Os mercados e as dividas e os desvios dão cabo do Euro. 

Ainda hoje ouvia que uma agência iria baixar o Ranking de 15 Países do Euro incluído a Alemanha.  

Pois pareceu me mais vontade de separar a Europa do que unir  a Europa.. 

Têm que haver um entendimento entre os líderes europeus, para por a Europa a crescer.  

Sem trabalho, sem dinheiro, sem cultura, sem crescimento, sem investimento, sem poupança, sem economia sólida, sem o bem-estar da população, sem bons cuidados de saúde. Não há moeda que resiste a uma crise.  

Penso não estar muito errado.  

Temos o Euro temos que viver com o Euro.  

 

Nevesmós

 

publicado por contador de historias às 14:43
Eu não sou economista.
Estou a ver a a economia parece que esta a ficar parada.
Os impostos aumentam e os ordenados diminuem. Obriga o consumo a diminuir   e a fome apertar.
Como se curtume dizer os ricos cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres.
Tinha mos o Escudo já cá veio o FMI 2 vezes. Mas nessa altura tinha mos muitas fabricas e muita produtividade.
Hoje temos o Euro veio cá o FMI, mas não temos produtividade porque temos poucas grandes e solidas empresas e exportamos e produzimos pouco.
Vários Países aderiram à moeda única ao Euro.
Deviam de dar mais tempo aos países para se habituarem ao Euro.
Criaram o Euro e medidas apertada. Como a redução do défice para 3 %.
A Europa passou a ser obrigada a cumprir metas só de pois da porem o Euro.
Logo a culpa é do euro.
Será que com a moeda antiga tínhamos a mesmo problema.
Com as regras e os acordos assinados podíamos muito bem ter o mesmo problema.
Os mercados a mandarem na economia.
Parece que os mercados querem as economia em baixo, o povo pobre e eles ricos.
Existem Países muito grandes têm uma moeda e não existe grande problema.
Não se é se querem acabar com o Euro. Ou se querem unir para criar condições para continuar o Euro.
Zona Euro têm o Euro temos de viver com o Euro.
Não acho grande ideia de se andar a mudar a moeda, o dinheiro cada vez que lhe dá jeito.
Uma moeda uma identidade de um País agora o Euro é identidade da Europa.
Um dos grandes problemas é que a Europa deixou de ser o centro do mundo. Europa produzia se tudo. Fazia se tudo desde o sector Primário sector Secundário e sector Terceario.
Os impostos eram menores. Agora a classe Politica e funcionários Públicos têm regalias que nunca mais .
acabam.
Outros tentam enganar o Segurança Social e as Fianças.
Os emprego são precários.
O Euro é uma moeda de vários Países.
Uns País estão melhor do que outros.
Os mercados e as dividas e os desvios dão cabo do Euro.
Ainda hoje ouvia que uma agência iria baixar o de o Ranking
 15 Países do Euro incluído a Alemanha.
Pois pareceu me mais vontade de separar a Europa do que unir  a Europa..
Têm que haver um entendimento entre os líderes europeus, para por a Europa a crescer.
Sem trabalho, sem dinheiro, sem cultura, sem crescimento, sem investimento, sem poupança, sem economia solida, sem o bem estar da população, sem bons cuidados de saúde. Não há moeda que resuiste a uma crise.
Penso não estar muito errado.
Temos o Euro temos que viver com o Euro.

Nevesmós
publicado por contador de historias às 13:37
Eu não sou economista.
Estou a ver a a economia parece que esta a ficar parada.
Os impostos aumentam e os ordenados diminuem. Obriga o consumo a diminuir   e a fome apertar.
Como se curtume dizer os ricos cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres.
Tinha mos o Escudo já cá veio o FMI 2 vezes. Mas nessa altura tinha mos muitas fabricas e muita produtividade.
Hoje temos o Euro veio cá o FMI, mas não temos produtividade porque temos poucas grandes e solidas empresas e exportamos e produzimos pouco.
Vários Países aderiram à moeda única ao Euro.
Deviam de dar mais tempo aos países para se habituarem ao Euro.
Criaram o Euro e medidas apertada. Como a redução do défice para 3 %.
A Europa passou a ser obrigada a cumprir metas só de pois da porem o Euro.
Logo a culpa é do euro.
Será que com a moeda antiga tínhamos a mesmo problema.
Com as regras e os acordos assinados podíamos muito bem ter o mesmo problema.
Os mercados a mandarem na economia.
Parece que os mercados querem as economia em baixo, o povo pobre e eles ricos.
Existem Países muito grandes têm uma moeda e não existe grande problema.
Não se é se querem acabar com o Euro. Ou se querem unir para criar condições para continuar o Euro.
Zona Euro têm o Euro temos de viver com o Euro.
Não acho grande ideia de se andar a mudar a moeda, o dinheiro cada vez que lhe dá jeito.
Uma moeda uma identidade de um País agora o Euro é identidade da Europa.
Um dos grandes problemas é que a Europa deixou de ser o centro do mundo. Europa produzia se tudo. Fazia se tudo desde o sector Primário sector Secundário e sector Terceario.
Os impostos eram menores. Agora a classe Politica e funcionários Públicos têm regalias que nunca mais .
acabam.
Outros tentam enganar o Segurança Social e as Fianças.
Os emprego são precários.
O Euro é uma moeda de vários Países.
Uns País estão melhor do que outros.
Os mercados e as dividas e os desvios dão cabo do Euro.
Ainda hoje ouvia que uma agência iria baixar o de o Ranking
 15 Países do Euro incluído a Alemanha.
Pois pareceu me mais vontade de separar a Europa do que unir  a Europa..
Têm que haver um entendimento entre os líderes europeus, para por a Europa a crescer.
Sem trabalho, sem dinheiro, sem cultura, sem crescimento, sem investimento, sem poupança, sem economia solida, sem o bem estar da população, sem bons cuidados de saúde. Não há moeda que resuiste a uma crise.
Penso não estar muito errado.
Temos o Euro temos que viver com o Euro.

Nevesmós
publicado por contador de historias às 13:37
Eu não sou economista.
Estou a ver a a economia parece que esta a ficar parada.
Os impostos aumentam e os ordenados diminuem. Obriga o consumo a diminuir   e a fome apertar.
Como se curtume dizer os ricos cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres.
Tinha mos o Escudo já cá veio o FMI 2 vezes. Mas nessa altura tinha mos muitas fabricas e muita produtividade.
Hoje temos o Euro veio cá o FMI, mas não temos produtividade porque temos poucas grandes e solidas empresas e exportamos e produzimos pouco.
Vários Países aderiram à moeda única ao Euro.
Deviam de dar mais tempo aos países para se habituarem ao Euro.
Criaram o Euro e medidas apertada. Como a redução do défice para 3 %.
A Europa passou a ser obrigada a cumprir metas só de pois da porem o Euro.
Logo a culpa é do euro.
Será que com a moeda antiga tínhamos a mesmo problema.
Com as regras e os acordos assinados podíamos muito bem ter o mesmo problema.
Os mercados a mandarem na economia.
Parece que os mercados querem as economia em baixo, o povo pobre e eles ricos.
Existem Países muito grandes têm uma moeda e não existe grande problema.
Não se é se querem acabar com o Euro. Ou se querem unir para criar condições para continuar o Euro.
Zona Euro têm o Euro temos de viver com o Euro.
Não acho grande ideia de se andar a mudar a moeda, o dinheiro cada vez que lhe dá jeito.
Uma moeda uma identidade de um País agora o Euro é identidade da Europa.
Um dos grandes problemas é que a Europa deixou de ser o centro do mundo. Europa produzia se tudo. Fazia se tudo desde o sector Primário sector Secundário e sector Terceario.
Os impostos eram menores. Agora a classe Politica e funcionários Públicos têm regalias que nunca mais .
acabam.
Outros tentam enganar o Segurança Social e as Fianças.
Os emprego são precários.
O Euro é uma moeda de vários Países.
Uns País estão melhor do que outros.
Os mercados e as dividas e os desvios dão cabo do Euro.
Ainda hoje ouvia que uma agência iria baixar o de o Ranking
 15 Países do Euro incluído a Alemanha.
Pois pareceu me mais vontade de separar a Europa do que unir  a Europa..
Têm que haver um entendimento entre os líderes europeus, para por a Europa a crescer.
Sem trabalho, sem dinheiro, sem cultura, sem crescimento, sem investimento, sem poupança, sem economia solida, sem o bem estar da população, sem bons cuidados de saúde. Não há moeda que resuiste a uma crise.
Penso não estar muito errado.
Temos o Euro temos que viver com o Euro.

Nevesmós
publicado por contador de historias às 13:37
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
links
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Boa tarde,peço desculpa pelo meu comentário não es...
Será que é +- daqui a um mês, no próximo encontro,...
Adoro!
Esta época promete ser uma das mais empolgantes na...
Foram uns dias alucinantes no Sporting... Primeiro...
Jorge Jesus já tem um lugar na história do Benfica...
Um atleta que nos enche de orgulho! Parabéns a Nel...
As trocas de palavras eram totalmente desnecessári...
http://www.taylorwebhosting.com U$$ 1.12per mont...
http://www.taylorwebhosting.com U$$ 1.12per mont...
blogs SAPO