Blog de vários temas desde desporto a tudo o que for importante escrever e partilhas como aprender
Sexta-feira, 21 DE Setembro 2012

A Casa dos segredos esteve 80 mil candidatos. 
Líder de audiências com quase 2 milhões de telespectadores e com mais de 50% das audiências televisivas.
Um Portugal desempregado e sem futuro.
Quem tente programas de Tv e o que calha para ganhar dinheiro em Portugal.
Onde Tudo para de se fabricar.
Compra se tudo feito a outros países do mundo.
Temos um Portugal cheio de maravilhas de les a les.
Finalmente protestamos com força em todo Portugal, coisa que não se via desde 1974.
Portugueses queriam viver no seu país com o seu ordenado, sem crise e pode sem gastar sem restrições.
Aumenta se os impostos e corta se no poder de compra.
Procura se na internet emprego e até aparecem. Mas muitas ou já estão preenchidas ou estão lá porque as pessoas entram e saiam com a mesma rapidez que entraram.
Quero dizer que os contratos de trabalho são curtos.
Tenta se a emigração para diversos países.
Onde muita vezes com promessas e dinheiro há frente.
Muitos fazem sacrifícios em pedir dinheiro ou venderem o que tem para emigrar.
Descobrem que afinal foram enganados por mafiosos que se aproveitam da desgraça dos outros.
Pede se comida e ajuda a instituições que muitas vezes já esgotaram as suas capacidades.
Mas muitas pessoas têm mais sorte e emigram para onde realmente existe trabalho lá fora.
Vão à procura de uma nova vida financeira estável.
Aprender nova língua e conhecer novas pessoas.
Fazem qualquer trabalho para ganharem dinheiro.
Deixam os seu projectos que tinham em Portugal.
Deixam os seus amigos os seus passatempos preferidos.
As suas famílias e os seus animais, ect.
Emigrarem para fugir há fome e há miséria de ficarem sem nada e com dividas que nunca mais terminam.
Um Portugal que se nada for feito pelas pessoas e pela economia.
Fica um Portugal de velhos que não puderam emigrar.
Um Portugal sem ninguém.
Nos anos da Primeira emigração em massa foi os de Tras os Montes e o Alentejo.
Uma grande parte do Litoral ainda tinha trabalho, muitos ainda por cá ficaram a trabalhar.
Consegui se dar a volta e Portugal ficou melhor alguns anos até 2 décadas boas em Portugal.
Parece que Portugal é só Lisboa e o resto esquece.
Pois mas sem pessoas o país fica desabitado e cheio de ervas.
Por isso resolvam a crises rapidamente porque ninguém vai aguentar muito mais tempo com a crise.
Sem trabalho e salário e sem empresas não se consegue viver.
Muitos dos Portugueses que emigram já não regressam e muito menos os filhos deles.
Muitas notícias negativas acontecem porque o desespero entre as famílias é total.
Não vou arranjar culpados.
Eu queria era soluções para acabar com este circulo vicioso.
A economia é importante, mas as pessoas também são importantes pois sem pessoas não existe economia.
O problema é moeda e mais qualquer coisa.
Porque a Europa é obrigada a passar fome para o défice ficar a 3%?
Porque os ricos não contribuem mais para o Estado.
Porque existem ordenado e reformas a valores que nenhuns pais se aguentam.
Vamos lá ver a casa dos Segredos para distrair um pouco com a maluqueira dos outros.
Vejo que muitas pessoas quer é criar um negocio para vender.
País preciso é de empresas para produzir e vender lá fora e cá destro.
Educarem as crianças com uma boa educação.
Mas uma boa educação não é igual a darem lhe todos os bens materiais que a criança quer.
Portugal



neves 
publicado por contador de historias às 12:00

A Casa dos segredos esteve 80 mil candidatos. 
Líder de audiências com quase 2 milhões de telespectadores e com mais de 50% das audiências televisivas.
Um Portugal desempregado e sem futuro.
Quem tente programas de Tv e o que calha para ganhar dinheiro em Portugal.
Onde Tudo para de se fabricar.
Compra se tudo feito a outros países do mundo.
Temos um Portugal cheio de maravilhas de les a les.
Finalmente protestamos com força em todo Portugal, coisa que não se via desde 1974.
Portugueses queriam viver no seu país com o seu ordenado, sem crise e pode sem gastar sem restrições.
Aumenta se os impostos e corta se no poder de compra.
Procura se na internet emprego e até aparecem. Mas muitas ou já estão preenchidas ou estão lá porque as pessoas entram e saiam com a mesma rapidez que entraram.
Quero dizer que os contratos de trabalho são curtos.
Tenta se a emigração para diversos países.
Onde muita vezes com promessas e dinheiro há frente.
Muitos fazem sacrifícios em pedir dinheiro ou venderem o que tem para emigrar.
Descobrem que afinal foram enganados por mafiosos que se aproveitam da desgraça dos outros.
Pede se comida e ajuda a instituições que muitas vezes já esgotaram as suas capacidades.
Mas muitas pessoas têm mais sorte e emigram para onde realmente existe trabalho lá fora.
Vão à procura de uma nova vida financeira estável.
Aprender nova língua e conhecer novas pessoas.
Fazem qualquer trabalho para ganharem dinheiro.
Deixam os seu projectos que tinham em Portugal.
Deixam os seus amigos os seus passatempos preferidos.
As suas famílias e os seus animais, ect.
Emigrarem para fugir há fome e há miséria de ficarem sem nada e com dividas que nunca mais terminam.
Um Portugal que se nada for feito pelas pessoas e pela economia.
Fica um Portugal de velhos que não puderam emigrar.
Um Portugal sem ninguém.
Nos anos da Primeira emigração em massa foi os de Tras os Montes e o Alentejo.
Uma grande parte do Litoral ainda tinha trabalho, muitos ainda por cá ficaram a trabalhar.
Consegui se dar a volta e Portugal ficou melhor alguns anos até 2 décadas boas em Portugal.
Parece que Portugal é só Lisboa e o resto esquece.
Pois mas sem pessoas o país fica desabitado e cheio de ervas.
Por isso resolvam a crises rapidamente porque ninguém vai aguentar muito mais tempo com a crise.
Sem trabalho e salário e sem empresas não se consegue viver.
Muitos dos Portugueses que emigram já não regressam e muito menos os filhos deles.
Muitas notícias negativas acontecem porque o desespero entre as famílias é total.
Não vou arranjar culpados.
Eu queria era soluções para acabar com este circulo vicioso.
A economia é importante, mas as pessoas também são importantes pois sem pessoas não existe economia.
O problema é moeda e mais qualquer coisa.
Porque a Europa é obrigada a passar fome para o défice ficar a 3%?
Porque os ricos não contribuem mais para o Estado.
Porque existem ordenado e reformas a valores que nenhuns pais se aguentam.
Vamos lá ver a casa dos Segredos para distrair um pouco com a maluqueira dos outros.
Vejo que muitas pessoas quer é criar um negocio para vender.
País preciso é de empresas para produzir e vender lá fora e cá destro.
Educarem as crianças com uma boa educação.
Mas uma boa educação não é igual a darem lhe todos os bens materiais que a criança quer.
Portugal


publicado por contador de historias às 11:04

A Casa dos segredos esteve 80 mil candidatos. 
Líder de audiências com quase 2 milhões de telespectadores e com mais de 50% das audiências televisivas.
Um Portugal desempregado e sem futuro.
Quem tente programas de Tv e o que calha para ganhar dinheiro em Portugal.
Onde Tudo para de se fabricar.
Compra se tudo feito a outros países do mundo.
Temos um Portugal cheio de maravilhas de les a les.
Finalmente protestamos com força em todo Portugal, coisa que não se via desde 1974.
Portugueses queriam viver no seu país com o seu ordenado, sem crise e pode sem gastar sem restrições.
Aumenta se os impostos e corta se no poder de compra.
Procura se na internet emprego e até aparecem. Mas muitas ou já estão preenchidas ou estão lá porque as pessoas entram e saiam com a mesma rapidez que entraram.
Quero dizer que os contratos de trabalho são curtos.
Tenta se a emigração para diversos países.
Onde muita vezes com promessas e dinheiro há frente.
Muitos fazem sacrifícios em pedir dinheiro ou venderem o que tem para emigrar.
Descobrem que afinal foram enganados por mafiosos que se aproveitam da desgraça dos outros.
Pede se comida e ajuda a instituições que muitas vezes já esgotaram as suas capacidades.
Mas muitas pessoas têm mais sorte e emigram para onde realmente existe trabalho lá fora.
Vão à procura de uma nova vida financeira estável.
Aprender nova língua e conhecer novas pessoas.
Fazem qualquer trabalho para ganharem dinheiro.
Deixam os seu projectos que tinham em Portugal.
Deixam os seus amigos os seus passatempos preferidos.
As suas famílias e os seus animais, ect.
Emigrarem para fugir há fome e há miséria de ficarem sem nada e com dividas que nunca mais terminam.
Um Portugal que se nada for feito pelas pessoas e pela economia.
Fica um Portugal de velhos que não puderam emigrar.
Um Portugal sem ninguém.
Nos anos da Primeira emigração em massa foi os de Tras os Montes e o Alentejo.
Uma grande parte do Litoral ainda tinha trabalho, muitos ainda por cá ficaram a trabalhar.
Consegui se dar a volta e Portugal ficou melhor alguns anos até 2 décadas boas em Portugal.
Parece que Portugal é só Lisboa e o resto esquece.
Pois mas sem pessoas o país fica desabitado e cheio de ervas.
Por isso resolvam a crises rapidamente porque ninguém vai aguentar muito mais tempo com a crise.
Sem trabalho e salário e sem empresas não se consegue viver.
Muitos dos Portugueses que emigram já não regressam e muito menos os filhos deles.
Muitas notícias negativas acontecem porque o desespero entre as famílias é total.
Não vou arranjar culpados.
Eu queria era soluções para acabar com este circulo vicioso.
A economia é importante, mas as pessoas também são importantes pois sem pessoas não existe economia.
O problema é moeda e mais qualquer coisa.
Porque a Europa é obrigada a passar fome para o défice ficar a 3%?
Porque os ricos não contribuem mais para o Estado.
Porque existem ordenado e reformas a valores que nenhuns pais se aguentam.
Vamos lá ver a casa dos Segredos para distrair um pouco com a maluqueira dos outros.
Vejo que muitas pessoas quer é criar um negocio para vender.
País preciso é de empresas para produzir e vender lá fora e cá destro.
Educarem as crianças com uma boa educação.
Mas uma boa educação não é igual a darem lhe todos os bens materiais que a criança quer.
Portugal


publicado por contador de historias às 11:04
Quinta-feira, 20 DE Setembro 2012

A Casa dos segredos esteve 80 mil candidatos. 

Líder de audiências com quase 2 milhões de telespectadores e com mais de 50% das audiências televisivas.

Um Portugal desempregado e sem futuro.

Quem tente programas de Tv e o que calha para ganhar dinheiro em Portugal.

Onde Tudo para de se fabricar.

Compra se tudo feito a outros países do mundo.

Temos um Portugal cheio de maravilhas de les a les.

Finalmente protestamos com força em todo Portugal, coisa que não se via desde 1974.

Portugueses queriam viver no seu país com o seu ordenado, sem crise e pode sem gastar sem restrições.

Aumenta se os impostos e corta se no poder de compra.

Procura se na internet emprego e até aparecem. Mas muitas ou já estão preenchidas ou estão lá porque as pessoas entram e saiam com a mesma rapidez que entraram.

Quero dizer que os contratos de trabalho são curtos.

Tenta se a emigração para diversos países.

Onde muita vezes com promessas e dinheiro há frente.

Muitos fazem sacrifícios em pedir dinheiro ou venderem o que tem para emigrar.

Descobrem que afinal foram enganados por mafiosos que se aproveitam da desgraça dos outros.

Pede se comida e ajuda a instituições que muitas vezes já esgotaram as suas capacidades.

Mas muitas pessoas têm mais sorte e emigram para onde realmente existe trabalho lá fora.

Vão à procura de uma nova vida financeira estável.

Aprender nova língua e conhecer novas pessoas.

Fazem qualquer trabalho para ganharem dinheiro.

Deixam os seu projectos que tinham em Portugal.

Deixam os seus amigos os seus passatempos preferidos.

As suas famílias e os seus animais, ect.

Emigrarem para fugir há fome e há miséria de ficarem sem nada e com dividas que nunca mais terminam.

Um Portugal que se nada for feito pelas pessoas e pela economia.

Fica um Portugal de velhos que não puderam emigrar.

Um Portugal sem ninguém.

Nos anos da Primeira emigração em massa foi os de Tras os Montes e o Alentejo.

Uma grande parte do Litoral ainda tinha trabalho, muitos ainda por cá ficaram a trabalhar.

Consegui se dar a volta e Portugal ficou melhor alguns anos até 2 décadas boas em Portugal.

Parece que Portugal é só Lisboa e o resto esquece.

Pois mas sem pessoas o país fica desabitado e cheio de ervas.

Por isso resolvam a crises rapidamente porque ninguém vai aguentar muito mais tempo com a crise.

Sem trabalho e salário e sem empresas não se consegue viver.

Muitos dos Portugueses que emigram já não regressam e muito menos os filhos deles.

Muitas notícias negativas acontecem porque o desespero entre as famílias é total.

Não vou arranjar culpados.

Eu queria era soluções para acabar com este circulo vicioso.

A economia é importante, mas as pessoas também são importantes pois sem pessoas não existe economia.

O problema é moeda e mais qualquer coisa.

Porque a Europa é obrigada a passar fome para o défice ficar a 3%?

Porque os ricos não contribuem mais para o Estado.

Porque existem ordenado e reformas a valores que nenhuns pais se aguentam.

Vamos lá ver a casa dos Segredos para distrair um pouco com a maluqueira dos outros.

Vejo que muitas pessoas quer é criar um negocio para vender.

País preciso é de empresas para produzir e vender lá fora e cá destro.

Educarem as crianças com uma boa educação.

Mas uma boa educação não é igual a darem lhe todos os bens materiais que a criança quer.

Portugal

 

 

 

publicado por contador de historias às 21:29
Sexta-feira, 06 DE Abril 2012

O funcionários públicos tiveram Ponte na Quinta feira de tarde antes do feriado da Sexta feira Santa. Sinceramente não entendo porque ter uma ponte na véspera de um feriado. Estão a pedir sacrifícios e produtividade. Os funcionários Públicos e o estado é o primeiro a dar o pior exemplo a todo o Portugal. Muitos dos funcionários Públicos ganham fortunas e trabalham pouco têm imensas regalias e ainda se queixam Estão sempre em greve e a prejudicar quem quer trabalhar. Como em todas as profissões existem bons e maus funcionários. quem quer trabalhar e quem adora e detesta greves. Têm direito a fazer greve mas não é preciso prejudicar os cidadãos . só essa a diferença. Nos funcionaria públicos e privados deveria existir um valor máximo para a reforma e para o ordenado, uma vez que a esperança media de vida aumentou e existem muito menos pessoas a descontar. Sei que é duro mas sempre era melhor que daqui a uns anos ter que se tomar medidas mais drástica. As reformas antecipadas. Agora que os patrões chama velhos as pessoas por causa da idade existir falta de trabalho é que vão cortar nas reformas antecipadas. Mas prontos os políticos cada dia têm uma medida deferente. O nível de vida esta muito caro. Os preços e o IVA está altíssimo. A Pobreza está se a manifestar de uma maneira assustadora. Fazem alguma coisa por este Portugal. Socorro, socorrem este Portugal

publicado por contador de historias às 00:18
Quinta-feira, 05 DE Abril 2012


O funcionários públicos tiveram Ponte na Quinta feira de tarde antes do feriado da Sexta feira Santa. Sinceramente não entendo porque ter uma ponte na véspera de um feriado. Estão a pedir sacrifícios e produtividade. Os funcionários Públicos e o estado é o primeiro a dar o pior exemplo a todo o Portugal.
Muitos dos funcionários Públicos ganham fortunas e trabalham pouco têm imensas regalias e ainda se queixam Estão sempre em greve e a prejudicar quem quer trabalhar. Como em todas as profissões existem bons e maus funcionários. quem quer trabalhar e quem adora e detesta greves.
Têm direito a fazer greve mas não é preciso prejudicar os cidadãos . só essa a diferença. Nos funcionaria públicos e privados deveria existir um valor máximo para a reforma e para o ordenado, uma vez que a esperança media de vida aumentou e existem muito menos pessoas a descontar.
Sei que é duro mas sempre era melhor que daqui a uns anos ter que se tomar medidas mais drástica. As reformas antecipadas. Agora que os patrões chama velhos as pessoas por causa da idade existir falta de trabalho é que vão cortar nas reformas antecipadas. Mas prontos os políticos cada dia têm uma medida deferente. O nível de vida esta muito caro. Os preços e o IVA está altíssimo.

A Pobreza está se a manifestar de uma maneira assustadora. Fazem alguma coisa por este Portugal. Socorro, socorrem este Portugal
publicado por contador de historias às 23:28


O funcionários públicos tiveram Ponte na Quinta feira de tarde antes do feriado da Sexta feira Santa. Sinceramente não entendo porque ter uma ponte na véspera de um feriado. Estão a pedir sacrifícios e produtividade. Os funcionários Públicos e o estado é o primeiro a dar o pior exemplo a todo o Portugal.
Muitos dos funcionários Públicos ganham fortunas e trabalham pouco têm imensas regalias e ainda se queixam Estão sempre em greve e a prejudicar quem quer trabalhar. Como em todas as profissões existem bons e maus funcionários. quem quer trabalhar e quem adora e detesta greves.
Têm direito a fazer greve mas não é preciso prejudicar os cidadãos . só essa a diferença. Nos funcionaria públicos e privados deveria existir um valor máximo para a reforma e para o ordenado, uma vez que a esperança media de vida aumentou e existem muito menos pessoas a descontar.
Sei que é duro mas sempre era melhor que daqui a uns anos ter que se tomar medidas mais drástica. As reformas antecipadas. Agora que os patrões chama velhos as pessoas por causa da idade existir falta de trabalho é que vão cortar nas reformas antecipadas. Mas prontos os políticos cada dia têm uma medida deferente. O nível de vida esta muito caro. Os preços e o IVA está altíssimo.

A Pobreza está se a manifestar de uma maneira assustadora. Fazem alguma coisa por este Portugal. Socorro, socorrem este Portugal
publicado por contador de historias às 23:28
Segunda-feira, 02 DE Janeiro 2012
Pois em 2011 ministro diz que é o principio da fim da crise.
Gostava muito de acreditar nessa frase.
Outros como preferem ver se livre da crise. Acreditam no fim do mundo.
Verdade nem uma coisa nem outra.
A crise acentua se por que com o aumento dos impostos os Portugueses são obrigados a gastar menos.
Assim o governo não arrecada o dinheiro em impostos que estava há espera.
Ainda hoje o homem mais rico de Portugal passa a seda da sua grande empresa para a Holanda.
Cada vez mais se vai fugir ao impostos.
Os ricos são os primeiros a fugir aos impostos.
Os problemas agravam se a todos os níveis.
Vão dizer que a culpa é do euro.
Existiram altura que muita gente se queixou sem razão. Mas tenho a serteza que agora podem se queixar com razão.
Os transportes públicos fazem exageradas greves, sem fundamento prejudicando os seus utentes.
Privatizar quase que privatizadas até dão lucro e os funcionários têm mais prazer em trabalhar. E ganhavam menos privatizados e todos contentes.
A economia não anda bem e a politica também não.
Existem muitas coisas boas e muitas coisas más.
Vamos acreditar que se conseguem fazer "pequenos milagres" e por Portugal andar para a frente.
Mas é preciso todos os Portugueses contribuírem para um Portugal melhor.
Políticos devem ser os primeiros a dar o exemplo com acções.
A Igreja também pode contribuir ajudar os que mais precisam.
Os pobres e os ricos unirem se para construir um Portugal melhor.
União e paz familiar e amigos é necessária.
Vamos ultrapassar todas as crises.
Apostar em produtos Portugueses. Mas para isso é necessário serem mais baratos.
publicado por contador de historias às 21:05
Pois em 2011 ministro diz que é o principio da fim da crise.
Gostava muito de acreditar nessa frase.
Outros como preferem ver se livre da crise. Acreditam no fim do mundo.
Verdade nem uma coisa nem outra.
A crise acentua se por que com o aumento dos impostos os Portugueses são obrigados a gastar menos.
Assim o governo não arrecada o dinheiro em impostos que estava há espera.
Ainda hoje o homem mais rico de Portugal passa a seda da sua grande empresa para a Holanda.
Cada vez mais se vai fugir ao impostos.
Os ricos são os primeiros a fugir aos impostos.
Os problemas agravam se a todos os níveis.
Vão dizer que a culpa é do euro.
Existiram altura que muita gente se queixou sem razão. Mas tenho a serteza que agora podem se queixar com razão.
Os transportes públicos fazem exageradas greves, sem fundamento prejudicando os seus utentes.
Privatizar quase que privatizadas até dão lucro e os funcionários têm mais prazer em trabalhar. E ganhavam menos privatizados e todos contentes.
A economia não anda bem e a politica também não.
Existem muitas coisas boas e muitas coisas más.
Vamos acreditar que se conseguem fazer "pequenos milagres" e por Portugal andar para a frente.
Mas é preciso todos os Portugueses contribuírem para um Portugal melhor.
Políticos devem ser os primeiros a dar o exemplo com acções.
A Igreja também pode contribuir ajudar os que mais precisam.
Os pobres e os ricos unirem se para construir um Portugal melhor.
União e paz familiar e amigos é necessária.
Vamos ultrapassar todas as crises.
Apostar em produtos Portugueses. Mas para isso é necessário serem mais baratos.
publicado por contador de historias às 21:05
Pois em 2011 ministro diz que é o principio da fim da crise.
Gostava muito de acreditar nessa frase.
Outros como preferem ver se livre da crise. Acreditam no fim do mundo.
Verdade nem uma coisa nem outra.
A crise acentua se por que com o aumento dos impostos os Portugueses são obrigados a gastar menos.
Assim o governo não arrecada o dinheiro em impostos que estava há espera.
Ainda hoje o homem mais rico de Portugal passa a seda da sua grande empresa para a Holanda.
Cada vez mais se vai fugir ao impostos.
Os ricos são os primeiros a fugir aos impostos.
Os problemas agravam se a todos os níveis.
Vão dizer que a culpa é do euro.
Existiram altura que muita gente se queixou sem razão. Mas tenho a serteza que agora podem se queixar com razão.
Os transportes públicos fazem exageradas greves, sem fundamento prejudicando os seus utentes.
Privatizar quase que privatizadas até dão lucro e os funcionários têm mais prazer em trabalhar. E ganhavam menos privatizados e todos contentes.
A economia não anda bem e a politica também não.
Existem muitas coisas boas e muitas coisas más.
Vamos acreditar que se conseguem fazer "pequenos milagres" e por Portugal andar para a frente.
Mas é preciso todos os Portugueses contribuírem para um Portugal melhor.
Políticos devem ser os primeiros a dar o exemplo com acções.
A Igreja também pode contribuir ajudar os que mais precisam.
Os pobres e os ricos unirem se para construir um Portugal melhor.
União e paz familiar e amigos é necessária.
Vamos ultrapassar todas as crises.
Apostar em produtos Portugueses. Mas para isso é necessário serem mais baratos.
publicado por contador de historias às 21:05
Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
links
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Será que é +- daqui a um mês, no próximo encontro,...
Adoro!
Esta época promete ser uma das mais empolgantes na...
Foram uns dias alucinantes no Sporting... Primeiro...
Jorge Jesus já tem um lugar na história do Benfica...
Um atleta que nos enche de orgulho! Parabéns a Nel...
As trocas de palavras eram totalmente desnecessári...
http://www.taylorwebhosting.com U$$ 1.12per mont...
http://www.taylorwebhosting.com U$$ 1.12per mont...
E o primeiro jogo da segunda volta do campeonato j...
blogs SAPO